As mais incríveis maneiras de surfar ondas grandes

As ondas gigantes estão ganhando cada vez mais atenção do público em geral e é fácil entender o motivo, afinal, você pode até não compreender os critérios subjetivos do julgamento de um campeonato, mas quando assiste um ser humano escapando de uma avalanche d'água, a ideia central é bem clara: sobrevivência!

Há alguns anos, as grandes ondulações eram surfadas apenas pelos métodos mais tradicionais: remada, windsurf e bodyboard. Depois veio o tow in, o kite e o SUP. 

Porém, existem outras formas ainda mais inusitadas, como skimboard, foilboard e motocross (motocross?)… Sim, até isso já inventaram. 

O vídeo abaixo reúne uma onda simbolizando cada modalidade e demonstra até onde a criatividade e a coragem humana podem chegar.

No tow in, a representação fica por conta de Nazaré, onde Carlos Burle dropou, no ano de 2013, uma bomba apontada por muitos como a maior já surfada até hoje no planeta, estimada em 100 pés de altura.

A seguir, pra manter o clima quente, outro vídeo faixa preta reúne algumas das maiores ondas já surfadas até hoje no planeta, com um tubo monstruoso de Everaldo Pato no maior dia já registrado em Teahupoo.

Aperte o play e divirta-se!


[Foto: WSL/Tó Mané]