Atletas Mormaii de natação celebram vaga nos Jogos Olímpicos de Paris

Destaques da natação brasileira na atualidade, Fernando Scheffer e Maria Paula Heitmann estão confirmados nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Os nadadores garantiram a vaga ao atingirem o índice olímpico no Troféu Brasil de Natação, que foi realizado entre os dias 6 e 11 de maio no Centro de Treinamento Olímpico da Aeronáutica, no Rio de Janeiro. Medalha de bronze nos 200m livres na Olimpíada de Tóquio, Scheffer, que se classificou nos 4×200 metros livre, falou sobre as dificuldades para alcançar o resultado e celebrou a vaga para a sua segunda Olimpíada.

“A Olimpíada é o maior palco esportivo do mundo. É o evento de maior prestígio que existe, e é uma honra pra mim poder representar o Brasil pela segunda vez na minha carreira. Mas o esporte não é uma matemática exata. Às vezes o esforço não é recompensado no curto prazo, e é preciso paciência e resiliência para manter os pés no chão e a cabeça no lugar mesmo quando os resultados não vêm”, disse Scheffer, atleta patrocinado pela Mormaii.


Fernando Scheffer / Foto Felippe Luque

Enquanto Scheffer vai para a sua segunda Olimpíada, Maria Paula Heitmann vai fazer a sua estreia no maior evento esportivo do planeta. Aos 25 anos, a mineira, que é recordista sul-americana dos 400m nado livre, conquistou a sua classificação para Paris nos 4×200 metros livre. Heitmann, que também é patrocinada pela Mormaii, falou sobre os obstáculos que precisou superar e disse que a vaga olímpica é um sonho que ela vem buscando há muitos anos.

“Essa vaga é algo que venho buscando desde 2016, portanto é um sentimento de que alcancei um sonho, fruto de muito esforço e evolução. Tenho a confiança de que estou no caminho certo para seguir melhorando cada vez mais. Foram muitas mudanças de cidade, clube, técnico e até de país. Até 2022 tive bons resultados, inclusive me classifiquei para o meu primeiro mundial adulto. Em 2023 estive no Pan-americano, mas não nadei tão bem como gostaria. Comecei o ano mais focada nos meus objetivos, confiando no processo, fui desenvolvendo mais autoconfiança e consegui conquistar a vaga no revezamento com meu melhor tempo da vida”, comemorou.


Maria Paula Heitmann / Foto Felippe Luque

Com as respectivas vagas garantidas, os nadadores agora seguem um cronograma de preparação para chegarem no ápice físico e técnico em Paris. No final de junho eles viajam para uma competição preparatória na Itália, depois farão um treinamento de altitude na Espanha e de lá eles vão direto para a vila olímpica se preparar para os Jogos.

“É muito mais fácil fazer o nosso trabalho quando finalmente confirmamos a vaga. Agora é trabalhar o máximo possível para chegar em Paris pronto para executar a melhor natação possível na hora certa. A expectativa é estar muito rápido na água, aproveitar a oportunidade e representar nosso país da melhor forma possível”, concluiu Scheffer.